fotografia

PAPERVIEW / IT'S YOU, NOT ME by JOÃO BACELAR

11:36 da manhã


A editora Paper View publicou o livro It´s You, Not Me, com uma seleção 
bastante arrojada, de trabalhos antigos e recentes do Fotógrafo João Bacelar
São retratadas nestas imagens pessoas, modelos, atores, músicos e amigos do fotógrafo
Inês Castelo branco, Flor, Filipe Vargas, Fernando Cabral, Helder Afonso, Ana Cassian
António Romano, Sara Sampaio, entre muitos outros, fazem parte deste livro, que toda a 
gente vai querer ter.
O livro estará à venda worldwide a partir do dia 9 de Maio.

























it’s you not me by joão bacelar
published by paper view
44 pages monochrome laser print
double stapled
14 x 19 cm
€5



baton

PRETTY IN PINK by YVES SAINT LAURENT

11:30 da manhã

As cores suaves, são tons Primaveris, que também já fazem lembrar o Verão.
Na estação das flores e dos passarinhos, acho que estes rosas da YSL PV15,  
assinados por Lloyd Simmonds, (Diretor Criativo YSL Beauty), em blush
sombra e baton, são muito bonitos e ficam lindamente com tudo.
São edições limitadas, normalmente desaparecem num instante.



dolce gabbana

MARIA at MINI-MI

3:11 da tarde

O blogue Mini-Mi fez este Mini Street Style sobre a minha filha Maria.

Obrigada Mini-me,
Ficou muito giro!











































http://www.mini-mi.pt/2015/04/mini-street-style_29.html?spref=fb




exposição

IDENTIDADE E CIRCUNSTÂNCIA by JOÃO BACELAR / JOÃO VILHENA / NATÉRCIA CANEIRA

11:50 da manhã


Os Artistas Plásticos, João Bacelar, Natércia Caneira e João Vilhena
a convite do Diretor Geral do Património Cultural e do Diretor do Palácio 
Nacional de Mafra, inauguram a Exposição Identidade e Circunstância 
no dia 9 de Maio, no Palácio Nacional de Mafra.


























Fotografia e Styling
por Susana Jacobetty
com Burberry


Pela primeira vez desde 1910 o Palácio de Mafra irá receber simultaneamente 
três exposições individuais criadas propositadamente e na sua totalidade para 
espaço do Palácio sobre o tema, que dá nome às exposições, Primeiras obras 
site specifc criadas por Artistas para o espaço do Palácio Nacional de Mafra 
desde a implantação da república em Portugal. 

Esta mostra percorre de forma multidisciplinar leituras, relações e sinergias entre 
as artes visuais e o público sendo uma reflexão sobre a Arte Contemporânea 
visando o grande público que visita o Palácio.

Os Artistas João Bacelar, Natércia Caneira e João Vilhena aceitaram o desafio de 
criar obras especificamente para o espaço do Palácio Nacional de Mafra. Irão ser 
apresentadas obras de escultura, fotografia e instalação. O Palácio de Mafra ganha 
assim três boas razões adicionais para ser visitado entre os dias 09 de Maio e 28 de 
Junho de 2015.

João Bacelar propõe um conjunto de obras onde os corpos fotografados de diversos 
modelos são convidados a visitar o espaço do Palácio Nacional de Mafra, onde as obras 
se vão integrarA sala de caça é um dos locais de eleição de João Bacelar, para criar 
um dispositivo entre as imagens e os visitantes.

Natércia Caneira ocupa com as suas instalações site-specific, três espaços de características 
muito próprias: a Capela do Campo Santo, a Enfermaria e o Torreão da Rainha. Apresenta 
duas esculturas de grande formato e uma série de desenhos à escala humana.

Joao Vilhena criou para esta iniciativa uma série composta por 12 esculturas, uma peça por 
década desde 1910, como se Joao Vilhena tivesse viajado no tempo e feito cada peça em cada 
década até ao momento. O artista apresenta-se assim como um viajante no tempo nesta ocupação 
espalhada por diversos locais do palácio privilegiando locais de passagem. 



























Palácio Nacional de Mafra, Portugal




casamento perfeito

PERFECT WEDDING MOOD

12:45 da tarde

Deve ser um dia perfeito.
Mas para tudo correr bem, o seu planeamento tem de ser feito com muito antecedência.
Todos os detalhes são importantes e todo o processo devidamente saboreado pelos noivos
porque a ideia, é que este dia, aconteça 1 vez na vida.

O vestido, comprar ou mandar fazer?
Na verdade há vestidos maravilhosos em lojas especializadas, assim como mandar fazer 
numa boa modista ou num designer de moda, pode ser também uma excelente solução.
É uma mais valia ter uma Fashion Adviser que possa acompanhar todo o processo 
e garantir que no final, a noiva esteja de facto inesquecível, e que seja, a mais bonita de sempre,

Depois há a maquilhagem, os cabelos, os sapatos, o segundo vestido, os pagens, o bolo, a igreja, 
o local para o copo de água, etc, etc, etc.




















































Vera Wang Spring 2015



























campanha

HOJE FIZ STYLING PARA UM GRANDE MODELO

3:53 da tarde

Adoro cães!
Por isso, hoje foi mesmo muito divertido trabalhar com o Tufão.
Deu-me tantos beijinhos :)
É muito fofo este cão da Raquel Strada.
E vai ser estrela de uma campanha muito especial.
Novidades muito em breve.



bélgica

WEEKEND INSPIRATION

3:25 da tarde

Costuma-se dizer que a beleza 
está nos olhos de quem a vê, 
mas algumas imagens são consensuais.
Absolutamente encantadora, 
esta imagem de Bruges na Bélgica.






loja das meias

I REALLY MUST HAVE THESE DIOR SNEAKERS

3:21 da tarde

Quero mesmo muito, muito estes ténis da Dior.
Vou explicar porquê:
São muito bonitos, confortáveis, dão para andar no dia a dia e o dia todo.
Dão com tudo, são intemporais e são a minha cara.
Estão à venda na Loja das Meias.








à capela

CHANGE IT / TODAY

2:58 da tarde

Uma tertúlia sobre a Mudança.
Foi hoje de manhã, no Kaffeehaus, em Lisboa.
Os convidados inspiradores da Ana Rita Clara,
desta 5º edição do Change It, foram Mafalda Arnauth,
Xana Nunes, Ricardo Costa e Linda Pereira.
É sempre uma experiência positiva, podermos ouvir
pessoas interessantes e inteligentes, com abordagens 
e visões diferentes das nossas.
Há sempre muito a aprender.
Gostei do que ouvi.




























Também gostei muito de ouvir à capela, Mafalda Arnauth,
neste fado escrito por ela.

video



dif magazine

TRUE WETSUITS BY QUIKSILVER / TRUE REALITY

1:04 da tarde


Concept and Styling Susana Jacobetty
Photo João Bacelar
Hair and Make Up Inês Pais
with Pedro Lima
for Dif mag
























Quando tive a ideia de fazer este editorial com o Pedro Lima para a revista Dif, 
estava longe de imaginar que algum tempo depois, surfar de fato, poderia ser 
uma realidade.

A Quicksilver Japão lançou os True Wetsuits, um fato de executivo com a 
dualidade de também ser um fato de surf.



























Estes fatos incluem casaco e calças, camisa e gravata, existem em
preto e azul marinho.























Os True Wetsuits podem ser encomendados através do site da 
Quicksilver Japão www.quiksilver.co.jp























Agora já é possível sair de uma reunião, surfar e voltar impecável, 
sem perder tempo em trocar de roupa.





Maravilhoso!
Adoro!




actividades

LET'S SHOP / LÁ FORA

11:25 da manhã

O livro "Lá Fora", da Planeta Tangerina, de Maria Ana Peixe Dias,
de Inês Teixeira do Rosário e de Bernardo P. Carvalho, para mim, é um
dos melhores livros editado nos últimos tempos.
Onde o design e os conteúdos vão muito para além do óbvio, uma estética 
de cultura que suscita o interesse de miúdos e graúdos, tornando-o a bíblia 
indispensável em qualquer sala, seja ela urbana ou campestre, para desfrutar 
com prazer, na praia, num passeio ao campo, num piquenique, na rua, no
jardim ao pé de casa.

"Mesmo que moremos numa grande cidade, existe sempre natureza lá fora
nuvens e estrelas, árvores e flores, rochas e praias, aves, répteis ou mamíferos.
Se estivermos atentos, a natureza pode estar bem próxima, pronta a espantar-no

com a sua beleza e com todas as perguntas que nos leva a fazer.
O que esperamos então?
Saltemos do sofá e iniciemos a exploração!



Criado com a colaboração de uma equipa de especialistas portugueses

este livro pretende despertar a curiosidade sobre a fauna, a flora e outros 
aspetos do mundo natural que podem ser observados em Portugal. Inclui 
também propostas de atividades e muitas ilustrações, para ajudar toda a 
família a ganhar balanço, sair de casa e descobrir – ou simplesmente 
contemplar – todo o mundo incrível que existe "Lá fora"."


Não é barato, mas vale mesmo a pena investir neste 
livro absolutamente brilhante e didáctico.





asics

QUEM CORRE POR GOSTO A MARATONA DE PARIS

11:46 da manhã

«Depois de uma vitória Grega sobre os Persas em MaratonaMilcíades,
General inteligente e corajoso, apercebeu-se que os navios persas em 
vez de fazerem o caminho de volta para casa, tomaram a direção de Atenas
que estava sem defesas e à mercê de ataques. Por sorte a distância entre
Maratona e Atenas era maior por mar do que por terra. Á sua frente, mandou 
um mensageiro a quem disse para correr o mais depressa possível, para 
avisar os Atenienses. Foi esta famosa corrida de Maratona, que deu o nome 
à corrida da actualidadeFamosa porque o mensageiro fez uma distância tão 
longa e tão depressa que, mal passou a mensagem, caiu para o lado e morreu»
"Uma pequena História do mundo" de E.H. Gombrich
















Catarina, mãe do Guilherme, 
diretora da SIC K, 
queria participar numa Maratona 
antes dos 40.

Começou a correr em provas porque queria passar a Ponte 25 de Abril a pé. 
Começou na mini (8km) depois fez a meia (21,5 Km) e a maratona foi uma 
ideia que surgiu no ano passado. Uma amiga desafiou-a e ela decidiu participar 
no sorteio que permite a Maratona de Paris.

A quem sair esta possibilidade tem de pagar entre 1000 a 70€ para participar. 
O seu nome foi sorteado, assim como também só teve de investir o valor de 89 
euros para vincular esta oportunidade única e correr a maratona num pais 
estrangeiro, antes dos 40 anos, como queria. 

Fez 42,195 km em 4:27 . Em 54 mil participantes ficou em 29901 .Mas a felicidade 
e o prazer que teve enquanto corria por gosto, vão ser para sempre uma das suas 

melhores lembranças. E esta é uma daquelas histórias que um dia o seu filho 
há-de contar aos seus netos e os netos aos bisnetos
A Catarina correu na Maratona de Paris, no dia 12 de abril de 2015.



























Como te preparaste para este desafio?
Em Abril do ano passado quando decidi que ia fazer a maratona e que tinha como 
objectivo chegar à meta, sem preocupação de tempo mas sempre bem e a sorrir, 
comecei a recolher o máximo de informação sobre como me podia preparar. 
Li muito (livros, artigos, blogs..), conversei com amigos que são da área de 
educação física, ouvi experiências de amigos maratonista e tal como tive apoio 
também tive muitos alertas para os riscos, para a violência e  dificuldade de fazer 
uma prova destas. 

Todos me disseram que um ano dava por isso só tinha de adaptar este treino ao que já pratico diariamente (step, rpm, yoga, pilates, dança, body pump e claro, corrida). Mantive sempre as aulas no ginásio e em setembro, comecei a usar a aplicação My Asics. Segui o plano que eles me traçaram, com corridas duas vezes por semana, nos tempos e distâncias indicados. 32 semanas de treino que ainda não acabaram (mesmo depois da prova hà treino de recuperação muscular). Fiz também algumas provas como a “Marginal à noite”; “Corrida do Tejo” e a “Meia- Maratona de Lisboa”, que serviu para me avaliar e testar roupa, gel e a música. Preparei a minha playlist com as músicas que me recordam bons momentos e dão energia: (Editors, Strokes, Alt-J, Eminem, Rapture, Transvision Vamp, Coldplay e Jeremy Redmore com Run, Run. esta ultima ficou a musica da meta).

A preparação para a maratona é uma verdadeira maratona!

Além do treino físico, pedi à minha nutricionista, Cátia Azevedo da Costa para 
adaptar o meu plano alimentar para a Maratona.

A preparação psicológica e motivacional acho que sempre tive. Dizem que a 
maratona são 30km corpo e 12,195 de cabeça. Sempre acreditei que com 
método e trabalho eu chegava  ao meu objectivo. como diz a minha mãe 
“ Eu quero, eu posso, eu sei, eu faço, eu consigo”.

Sei que a escolha da roupa é muito importante, como fizeste a tua seleção?
A roupa  é extremamente importante. É a tua segunda pele e se há coisas que ao 
fim de correres uma hora não fazem diferença ao fim de duas ou de quatro ou cinco 
podem dar dores horríveis ou atrapalhar. Coisas tão simples como o elástico do 
cabelo ou a cor da roupa e o  tipo de tecido que podem causa mais calor, transpiração 
e atrito. O guilherme (filho de Catarina) fez-me uma blusa para eu usar na a maratona 
e tive de lhe explicar que não a podia levar porque era de algodão e com mangas. 
Vestia-a depois de fazer a maratona!

Na minha check list de roupa estavam peças especificas e escolhidas para a prova: 
meias asics, soutien osho, cueca intimissimi, tudo sem costuras etiquetas e em tecido 
respirável e de fibra. Blusa e calças adidas, meias de compressão, ténis Asics kayano21.
Alem da roupa: Creme solar não oleoso. Creme protetor lábios. creme anti bolhas 
nos pés. Creme em todas as zonas que possam ser friccionadas e causar assaduras.
Uma regra fundamental: nunca usar nada novo.






















































Catarina na frente, no canto inferior esquerdo, mostrando a sua constante motivação e alegria durante toda a corrida.


Como te sentiste durante o percurso?
Durante o percurso senti-me Feliz! é a palavra que melhor define.
Senti-me muito bem, grata por estar a viver aquela experiência!
Senti que estava a assistir a um espetáculo e ao mesmo tempo eu 
fazia parte dele!

O percurso começou e acabou onde?
O percurso começou nos Champs Elysees e terminou na Avenue Foch 
junto ao Arco do Triunfo. O percurso é lindo.
Como podes ver no mapa passamos pelos principais monumentos da cidade, 
jardins e avenidas! O tempo estava excelente sol, pouco vento e temperatura 
amena.

Nessas 4 h e meia o que te ia passando pela cabeça?
Nada. Não pensei em nada, em especifico. Durante a corrida estava a ver e a 
absorver tudo tipo esponja. A sentir a energia das pessoas que estavam a assistir 
nas ruas e a dar força. Nunca me vou esquecer das mãos das crianças a dar 
“give me five”, dos músicos que cantavam e dançavam a cada km... depois ia 
vendo os monumentos, ouvindo a minha playlist, cantando, batendo palmas, 
sorrindo, conversando com os outros atletas. Sorrindo. Ia também escutando 
e respeitando o meu corpo: se precisava de mais agua, mais gel, fruta e fui 
mantendo o mesmo ritmo mas quase sem pensar.

 
Uma felicidade genuína, que chega a ser comovente.


O que nunca vais esquecer dos momentos que viveste?
De tudo o que já referi e da minha alegria e da energia de 54 mil pessoas 
tão diferentes a correr , cada um por si e todos em conjunto para chegar à 
meta, incluindo quem assistia na rua, ou em casa através da aplicação da 
prova.

Como foi passar a meta?
Foi mais um passo e um sorriso gigante de vitoria . Uma Honra!
Consegui! 
Diverti-me muito e a seguir fui subir a torre Eiffel a pé, e passear 
por Paris.
No dia seguinte fui trabalhar de saltos altos!























Esta fotografia foi tirada 1 segundo depois da meta.


Esta maratona foi a primeira de muitas?
Outra maratona? Não sei. Esta foi única!
Uma certeza tenho:  vou continuar a correr, a dançar, a saltar como 
sempre e para sempre, por diversão J!






































Neste link pode-se ver um vídeo com os melhores momentos 
da corrida, para se sentir a festa que foi a Maratona de Paris.

"A mim, emociona-me imenso!" Catarina Gil





Com tecnologia do Blogger.

Get Awesome Stuff
in your inbox